Home / Destaques / Aluno do IFMT-Pontes e Lacerda chega à final da Olimpíada Brasileira de Física

Aluno do IFMT-Pontes e Lacerda chega à final da Olimpíada Brasileira de Física

João Vitor Vieira Flauzino, aluno do Instituto Federal de Mato Grosso Campus Pontes e Lacerda- Fronteira Oeste é finalista da Olimpíada Brasileira de Física, na categoria 2º Ano do Ensino Médio. A prova da terceira fase (nacional) ocorreu no último sábado (7), em Cuiabá, e agora, ansioso, ele aguarda o resultado que deverá ser divulgado em dezembro pela Sociedade Brasileira de Física. Um bom desempenho poderá garantir vaga na delegação que vai representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Física.

João Vitor Vieira Flauzino

Mas João já tem motivos para comemorar. Dos classificados para a fase nacional no Estado, na categoria, ele ficou em primeiro e também foi o único de escola pública. “É uma emoção muito grande, porque estudamos sempre com objetivo de ultrapassar limites. Quando se chega lá, e se vê o nível da prova, vemos que não se trata de mais inteligência ou conhecimento, mas há toda uma questão social”, afirmou. “Estou esperançoso, até porque a prova estava difícil”, acrescentou.

Coordenador da Olimpíada no Campus, o professor mestre Loemir Batista Neres, afirmou que o resultado aponta frutos do trabalho que vem sendo realizado. “Mostra que o trabalho que está sendo desenvolvido aqui (no Campus Pontes e Lacerda) equipara-se ao que está sendo desenvolvido nas grandes instituições pelo Brasil. Um aluno de escola pública concorreu na penúltima etapa com os alunos dos melhores colégios do Estado. Ele é o único de Mato Grosso de escola pública a participar dessa etapa. Da rede federal também foi o único aluno”.

A Olimpíada Brasileira é realizada todos os anos. Entre os objetivos estão despertar e estimular o interesse pela física, proporcionar desafios aos estudantes, aproximar a universidade do ensino médio e identificar os estudantes talentosos em Física, preparando eles para as olimpíadas internacionais e estimulando-os a seguir carreiras científico-tecnológicas.

Fonte: Weverton Correa | Assessor IFMT

Curta a nossa PAGINA e fiquem ligados nas últimas NOTÍCIAS e EVENTOS!
Scroll To Top